Siga-me

Instagram

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Participe da Campanha Vida Nova Patch

Olá amorinhas.. ontem o tempo esta chuvoso e muito frio e sem animo pra costurar as coisinhas do dia a dia e  se tem algo que me anima a costurar no frio é meu querido patchwork, emendar retalhinhos é tudo de bom.. 

E ontem organizando meu cafofo encontrei uma caixa cheia de peças cortadas de projetos antigos e bloquinhos esquecidos, então resolvi dar vida a eles, pois estavam muito tristinhos.... 

O primeiro da leva quase ficou pronto ontem, só não finalizei porque chegou a um ponto que não tinha mais retalhos pra encaixar que combinassem, sendo assim parei, mas já está no meu painel, assim eu me inspiro pra termina-lo...

Vou aproveitar e dar vida a alguns ufo's que também foram abandonados durante esse ano, tenho bordados esperando blocos de patch para compor um bandô, tenho restos de viés, restos de restos, tenho caixas e sacolas e conforme ficarem prontos eu trago pra mostrar pra vocês e quem sabe eu te inspiro a usar seus retalhinhos.

Se você conseguir dar vida nova aos seus, poste a foto no Face ou  no Twitter e poste sua foto com a seguinte hastag #vidanovapatch e vamos colorir nossas redes sociais com trabalhos lindos.. 

Te convido a  aderir a essa nova campanha de cor e vida aos  nosso projetos, pois Retalhos guardados e esquecidos em caixas e sacolas, ganham vida quando emendados mesmo que seja a esmo um no outro...



domingo, 20 de julho de 2014

English Paper Piecing


 Olá amores e amorinhas do meu core.... estou encantada com a técnica 'English Paper Piecing' que durante a postagem sempre que for falar dela vou abreviar para EPP, se formos traduzir essa expressão ao pé da letra ficará algo como 'Papel Montado Inglês' 


O que é um EPP?

 EPP é basicamente o processo de envolver em torno de uma base de papel um  tecido, formando formas para ser costurado a mão. Uma vez costurados, os papéis podem ser removidos e formar uma colcha de retalhos, capas de almofadas, bandôs ou o que sua imaginação quiser.


Dê preferencia a tecidos em que a trama seja mais aberta e ou use use uma agulha bem fina pra seja mais fácil de fazer as costuras.

O molde você pode encontrar em lojas especializadas ou pela internet, e vem em várias formas, ou você pode desenhar o seu próprio molde e imprimir em casa e recortar o que for necessário.


O EPP mais usado é o hexágono que usei na postagem do Desafio do Mês passado  e que continuo montando para um projeto maior, e já vejo flores florescendo.

Ontem comecei a montar uma estrela de 5 pontas é a primeira foto que está no inicio do post e foi o tutorial dela que eu trouxe hoje, mas se você se animar em participar desse desafio, você pode escolher o molde que desejar, o importante é você se desafiar e se arriscar em fazer algo novo que com certeza em dia normal não faria. O legal dessa técnica é que você pode fazer sentada no sofá, levar pro trabalho para se distrair na hora do almoço ou para a fila da consulta médica.. sim, porque não precisa ser feito a máquina o processo inicial é todo feito a mão, basta deixar tudo cortadinho com antecedência. 

Talvez você esteja pensando na demora de se montar um projeto desses, e eu te digo é o mesmo tempo que você demoraria pra montar um tapete grande de crochê, desde que você pegue um pouco todo dia.. 

Se você se animou em montar um projeto com essa técnica, te convido a continuar a leitura do post e participar do Desafio do Mês e aqui vão algumas dicas e sempre gosto de lembrar que não sou uma profissional, apenas uma apaixonada ....

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Tutorial e História: Crazy Quilt - Técnica Roseta Aleatória

Hoje o dia amanheceu nebuloso, frio e no meio da manhã caiu uma garoa lenta e gostosa e foi assim que comecei o meu dia de costuras, sem um projeto em mente... Ontem havia começado a colocar o atelier em ordem e hoje conforme fui terminando, fiquei inquieta com a quantidade de retalhos pequenos que tenho e como estão ocupando espaço.

Partindo desse ponto resolvi que estava na hora de dar nova vida a eles e olha que lindos os meus blocos em "Crazy Quilt" .

O termo 'crazy quilt' foi dado por sua costura ser feita de forma livre, quebrada, selvagem. E ele  surgiu no final dos anos de 1800, apesar de ter no nome a palavra 'quilt' ele não é considerado um quilt propriamente dito, pois não era usado nele a manta como recheio, sendo usado mais como adorno em painéis e bandôs, quando lançado e até hoje é muito utilizado junto com bordados e pedrarias. Outra característica dessa técnica era o uso de vários tipos de tecido misturados, lãzinhas, veludos, algodão, sedas...

O 'crazy quilt'  já teve seus momentos de glória e seus momentos de serem rebaixados como um trabalho vulgar. Pois no inicio as mulheres que trabalhavam nesses 'crazys' eram mulheres abastadas e com tempo livre para cortar, costurar e bordar e usavam sedas e tecidos nobres. Com o tempo mulheres da classe trabalhadora também pegaram amor por essa técnica e além de usarem tecidos menos nobres, usavam também retalhos de peças de roupas usadas ou compravam restos de sedas que eram descartadas das fábricas.

Mas no inicio do século XX eles começaram a ter releituras e foi se modernizado e o gosto por ele foi sendo retomado.

O 'crazy moderno' ganhou formas e releituras em tecidos, no livro '130 blocos de Patchwork' de Susan Briscoe ela enumera e ensina 13 técnicas para trabalhar (Fatias Aleatórias, Fatia com Tiras, Crisscross, Crisscross com Tiras, Montanhas Maravilhosas, Fatias em Camadas, Listras e Fatias, Nuvens e Montanhas, Nine Patch Aleatório, Quadrado Aleatório, Quadrado Giratório, Tiras Triangulares, Roseta Aleatória).

Se pensarmos no fato de cada forma ter um nome para defini-los, penso que hoje não são tão 'crazys' assim, pois deixaram o livre de outrora para algo mais pensado na forma e combinação.

Mas algo permanece igual, o fato de que mesmo que vc se baseie em alguma técnica própria como a que eu usei nesses blocos que finalizei hoje, podemos ser livres e não nos preocupar tanto se a estampa ou a cor vai combinar com a seguinte, podemos deixar a imaginação correr solta e misturar, pois é essa mistura que vai dar um ar de autenticidade própria ao seu trabalho.. 

Dito isso e contando que você se interessou em também dar vida nova aos seus retalhinhos que estão ali guardados em uma caixa ou sacolinha tristes de dar dó, vou passar um rápido passo a passo de como eu fiz os meus e estou montando outros mais.. 

Vem comigo..... 

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Mais Hexágonos ....

Mês passado eu lancei o desafio para montar Hexágonos e com eles montar alguma peça pra organizarmos o atelier... 

Acontece que apesar de muitos gostarem do resultado de um bloco de hexágonos poucos se aventuraram, talvez por achar que leve muito tempo e que seja difícil montar. Mas não é eu costumo monta os meus na hora que estou em frente a TV, ao invés de pegar um crochê ou algo parecido eu pego meus retalhinhos e vou alinhavando os bloquinhos e depois que vários estão prontos eu monto uma peça. Por exemplo ontem enquanto estava expondo na Feira da Seresta (ao lado do Mercado Municipal de Maringá) em menos de 2 horas eu montei mais de 40 peças.... 


E quem se animou em montar um projeto a tempo foi a Jussara do blog Caminhando na Arte , te convido a ir dar uma, duas, várias espiadas no blog dela só clica ali na linha em destaque ou na foto do projeto abaixo...
A toalha que ela fez com aplique dos hexágonos ficou muito delicada.... 

Ainda há tempo de montar um projeto pra chamar de seu, porque no sábado vou estar lançando um novo tutorial com desafio e será na mesma técnica do 'English Paper Piecing', sim esse é o nome da técnica usada quando você usa um molde em papel como base pra sua peça...

E você vai poder unir esse último desafio com o próximo e fazer um projeto muito lindo e diferente.... 

Te aguardo no sábado.... 


segunda-feira, 14 de julho de 2014

Tchauzinho Férias....

Minhas férias acabaram e agora é colocar a vida em ordem...  a vida segue e um novo semestre se aproxima com seus projetos, organizações, encomendas, costuras, feiras, casa, família, passeios, inverno, primavera, verão e natal; sim natal, acredita que já tá na hora se organizar para montar projetos de natal...meu Deus que loucura tudo passa muito rápido e se não nos organizarmos o ano acaba e não conseguimos chegar em nossos objetivos  que marcamos no inicio desse ano.

E por falar em passar muito rápido essa semana que tirei de férias foi muito rápida, quem acompanha o blog ou leu minha última postagem sabe que eu passei uma semana em Itapoá-SC em um projeto missionário que a Igreja Metodista da 6ªRE organiza uma vez por ano e que se chama Julho Pra Jesus. Foi minha primeira vez e vou te dizer foi muito bom e pretendo voltar no ano que vem.

Dentre muitas áreas que são trabalhadas (saúde, imagem pessoal, construção civil, evangelismo, visitação, recreação infantil entre outras) eu junto com  outras missionárias trabalhei na área de  cursos de artesanato e foram várias as oficinas que disponibilizamos pra comunidade, segue algumas fotos que infelizmente não estão com qualidade devido a baixa resolução do meu celular...

Aprendendo a fazer porta moedas com caixa de leite, foi a nossa primeira aluna
Oficina de arquinhos  de cetim com flores em feltro

Oficina de caderno com fitas de cetim


Eu aprendendo  a tecer no tear, ano que vem teremos oficina de tear e eu vou dar aula.. hehe

Oficina de crochê


Alem das oficinas tiveram muitas unhas pintadas...

...cortes de cabelo...



Houveram outras oficinas e junto com esse trabalho aqueles que aceitavam recebiam aconselhamento espiritual e orações...

Isso aconteceu em uma parte de Itapoá, muitas outras coisas aconteceram durante esses 7 dias... éramos mais de 200 missionários com uma unica missão, levar o amor e a alegria que temos e partilhar com quem quisesse um pouco do que tínhamos.

Para o ano que vem ainda não sabemos onde o projeto Julho pra Jesus vai estar, mas eu sei que eu e minha família estaremos lá.... 



quinta-feira, 3 de julho de 2014

Férias com trabalho, muito trabalho a vista....


Minhas férias serão diferentes neste ano, pela primeira vez eu vou participar do projeto Julho Pra Jesus.. 


Esse é um projeto missionário da Igreja Metodista da 6ª região Eclesiástica que compreende os estados do Paraná e Santa Catarina.. E Itapoá é a cidade deste ano, mas não pense que vou aproveitar a praia, não, será de trabalho muito trabalho.

São várias as áreas atendidas: saúde (atendimentos médico e dentário); construção civil; estética; evangelismos; bazares de roupas semi novas; teatros de rua, cursos de artesanatos e muito mais... 

E lógico a área que vou trabalhar é no artesanato, eu junto com outras meninas vamos ensinar e passar dicas de como iniciar um trabalho artesanal para iniciar uma forma de aumentar a renda financeira. Prometo trazer fotos do trabalho que for realizado e se você morar em Itapoá, está convidado a nos visitar.... 


"O Julho para Jesus é um evento. Missão é um estilo de vida. O Cristão faz missão enquanto caminha. Ela inicia no primeiro passo de cada dia!” (Esther Lopes - Coordenadora Geral do Projeto)


ShareThis